terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Tuas mãos sujas, eu não preciso lavar


Hoje em dia
Há até nascimento de morte .
Só seria impossível
Se erro não fosse.
E o que parecer inocência
Sempre será usufruto
Da inconsequência vulgar
De achar que só de esperteza
Respira o mundo.

[ Aline Rodrigues ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário